sexta-feira, 27 de maio de 2005

Sylvia


Na Caixa de Pandora, blog que não me canso de elogiar, escrevi o seguinte comentário, a propósito do filme Sylvia:
O filme Sylvia é tão bom!
Triste, depressivo, pesado, mas fantástico.
Óptimas interpretações.
E a história...
Bom, não consigo ser mais específico do que isso.
Mas fiquei triste, porque no filme se vê claramente o que a Sylvia teve de sofrer para fazer aqueles poemas tão bons.
Não serão os excelentes poemas de Sylvia fruto da sua tristeza?
Tentarei ser mais claro.
Teria ela escrito coisas tão profundas, se não tivesse sofrido na carne o que escreveu?

1 comentário:

Fernanda disse...

Obrigada pelas visitas, Gustavo, eu tou mais esporádica, mas gosto demais daquele espaço e portanto, teimo em deixar alguns fragmentos...
Quanto à sua observação, puxa, exatamente isso, Sylvia parece ter precisado passar por tamanha dor e sofrimento pra ser tão densa, radical e melancolicamente 'maravilhosa' , deixando registros 'fatais' disso...
Bom final de semana!