sexta-feira, 27 de maio de 2005

Racismo: de estado


Caso tenham um amigo angolano, peçam para ele mostrar o Bilhete de Identidade.
Não é para fiscalizar o amigo.
É para verem um exemplo acabado de racismo, promovido pelo próprio estado.
Os actuais BI's de Angola tem uma informação muito interessante. Entre as características da pessoa consta a "raça".
Raça: negra.
Raça: branca.
Raça: mestiço (terá esta?).
E um chinês, será raça amarela? E um árabe, raça árabe? E um índio, raça vermelha?
Eu só vi a raça negra até agora.
Agora eu pergunto. Estarão bem da cabeça os governantes de um país, ao admitirem uma situação desta natureza? Uma discriminação sem qualquer razão de ser!
Eu, sinceramente, não entendo qual é o fundamento de tal informação. Apenas sei que é uma bomba-relógio.

1 comentário:

Fernanda disse...

Racismo... impressionante como não evoluímos em determinados setores, principalmente se ligados à cultura...
Na África e países afins o caso é cruel, mas e no Brasil??? ...um país essencialmente híbrido! rs