quarta-feira, 15 de junho de 2011

Delibab e Buenos Aires

Quando comprei Delibab, de Vítor Ramil, logo depois do concerto no Theatro São Pedro, não imaginava que iría ver o documentário indo em viagem para Buenos AiresE faz todo o sentido ver nesta viagem. O filme relata as vivências e pensamentos de Ramil e as gravações das milongas de um gaúcho que se fez em Porto Alegre, com referência a uma música pampeira e ao mesmo tempo urbanizada, de tudo isso que as lendas e a realidade tratam como algo muito próximo: a Argentina, o Uruguai e os pampas de Rio Grande do Sul.
Uma das coisas boas do Rio Grande é essa: as referências a nossos irmãos do sul e ao mesmo tempo, a integração na Republica Federativa do Brasil. O Rio Grande fala português, mais castelhanizado nas fronteiras, e respeita muitíssimo o castelhano.
Devia levar a minha guitarra para Buenos Aires. Mas não será nesta oportunidade. Um dia, quem sabe, volto só para compor canções. Nesta semana, no entanto, me darei por contente com meia dúzia de versos. Seria bom.

2 comentários:

Thais disse...

e o que tens visto de delibab em BA?

GWB disse...

ainda n encontrei... esta milongada do ramil é difícil achar. mas talvez ainda encontre...