domingo, 27 de janeiro de 2008

Conflitos

A verdade é que a segunda de manhã divorciou-se, recentemente, do Domingo à noite.
É por isso todo este prazer que ela tem em pisar com saltos-altos as costas do Domingo nocturno e noctívago, enquanto este dorme.
Compreende-se as razões do divórcio. Um sempre querendo dormir e descansar e a outra querendo iniciar uma semana inteira de trabalho...

1 comentário:

Silvana disse...

uma amiga me disse: ADORO segunda-feira. É o dia mais distante de outra segunda...

Vai entender...
;)